• Home
  • Polícia
  • Universitária reage a assalto, rende ladrão e mantém bandido dominado até chegada da polícia

Universitária reage a assalto, rende ladrão e mantém bandido dominado até chegada da polícia

Na noite de ontem, uma universitária encarou três ladrões e chegou a dominar um deles, mantendo o marginal detido até a chegada de uma guarnição da Polícia Militar. Os dois comparsas envolvidos no assalto chegaram a fugir, mas também acabaram presos pouco depois. O ataque e a reação aconteceram no bairro Jardim América, em Vilhena.

A jovem e uma amiga estavam chegando juntas da faculdade, e uma esperava o pai da outra aparecer para ir embora. Nesse momento, os três marginais se aproximaram e um deles correu para pegar a chave da motoneta Honda Biz que havia sido deixada na ignição.

A garota agarrou o ladrão e os dois entraram em luta corporal. A colega tentou ajudar, mas outro dos assaltantes estava com um canivete e a ameaçou de morte, exigindo que ela lhe entregasse anéis, celulares, a corrente que usava no pescoço e cartões de banco.

Já de posse dos objetos e percebendo que a dona da motoneta estava resistindo ao roubo, os ladrões resolveram desistir da empreitada e ir embora em suas bicicletas, mas a garota correu atrás e conseguiu deter um deles, mantendo-o sob seu domínio até a chegada da guarnição policial, que coincidentemente era comandada por uma mulher.

O marginal preso deu os nomes dos comparsas que haviam conseguido escapar. Ele e os cúmplices haviam sido abordados e qualificados  mais cedo, quando foram vistos em atitude suspeita na Praça do Geraldão, aparentemente arquitetando algum delito.

Os outros dois assaltantes foram localizados na avenida Paraná, próximo à Praça do Mensageiro. Ambos tentaram fugir e oferecer resistência, mas também foram dominados e presos. Em poder deles foram encontrados os objetos levados no assalto.

Os celulares das vítimas haviam sido jogados próximo a um muro e um dos ladrões ainda portava na cintura o canivete usado para ameaçar de morte uma das jovens assaltadas.

Os três criminosos, mais a arma e os objetos recuperados foram apresentados na Unisp, onde um dos presos confessou ter comprado por 250 reais a bicicleta que usava, porém não tinha nota fiscal do veículo e nem se lembrava o nome do vendedor.

Clique aqui para acessar a Fonte da Notícia

VEJA MAIS

“Estreante“ do breaking, Paris tem centro cultural dedicado ao hip hop

À primeira vista, pode não parecer, mas Paris é o lugar ideal para receber a…

Samuel Costa não vamos sacrificar nossa nominata de vereadores da REDE/PSOL

O pré-candidato a prefeito de Porto Velho, Samuel Costa (REDE), lançou um alerta à esquerda…

Só 6,9% das áreas urbanas do país são cobertas por vegetação

Apenas 6,9% das áreas urbanas das cidades brasileiras são cobertas por vegetação. Isso equivale a…