• Home
  • Destaque
  • Rondônia adere à Rede Federal de Gestão de Incidentes Cibernéticos – A Gazeta de Rondônia

Rondônia adere à Rede Federal de Gestão de Incidentes Cibernéticos – A Gazeta de Rondônia

Para fortalecer a segurança digital no estado, o governo de Rondônia assinou o Termo de Adesão à Rede Federal de Gestão de Incidentes Cibernéticos (ReGIC). A assinatura, realizada pela  Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) e Secretaria de Segurança da Informação e Cibernética do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (SSIC-GSI/PR), aconteceu no dia 4 de junho, no edifício sede do GSI/PR, em Brasília.

A inclusão da Superintendência na ReGIC representa um avanço significativo para estrutura de segurança da informação de Rondônia. A Rede Federal de Gestão de Incidentes Cibernéticos permite o acesso a informações atualizadas sobre as mais recentes ameaças e vulnerabilidades essenciais para fortalecer a defesa cibernética e adotar medidas preventivas mais eficazes.

Além de fornecer informações críticas, a ReGIC serve também, como uma plataforma de compartilhamento de experiências entre seus membros. Esse intercâmbio permite que os participantes aprendam, mutuamente para promover melhorias contínuas quanto às posturas de segurança e elevar o nível geral de proteção contra ameaças cibernéticas.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a parceria fortalece as ações desenvolvidas pela gestão estadual na adoção de melhores práticas de segurança da informação e proteção dos dados e sistemas do estado.

A assinatura aconteceu no edifício sede do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, em Brasília.

COOPERAÇÃO

A colaboração entre a Setic e a Secretaria de Segurança da Informação e Cibernética do GSI/PR, vai além da assinatura do Termo de Adesão.

Na ocasião, a secretaria do  Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República demonstrou interesse na campanha organizada pela Superintendência Estadual de simulação de phishing (tipo de ataque cibernético que utiliza comunicações fraudulentas para roubar informações confidenciais das vítimas). Como parte da parceria, o órgão rondoniense se comprometeu em compartilhar seu conhecimento e experiência com a instituição.

Segundo o coordenador de Segurança da Informação da Setic, Leonardo Courinos, a oficina de simulação de phishing tem como objetivo conscientizar os servidores sobre as ameaças cibernéticas. “Utilizamos uma plataforma de código aberto para simular um ataque de phishing. Mensagens falsas são enviadas para todas as contas de e-mail institucionais, direcionando para páginas falsas que simulam um sistema institucional legítimo. Após um período, através dos resultados obtidos, apresentamos e orientamos os servidores de como se prevenir contra esse tipo de ataque”, explicou.

O superintendente da Setic, Delner Freire destacou que, a iniciativa faz parte de um trabalho contínuo da Superintendência na área de segurança da informação. “Nossos esforços têm sido comprovados, onde recentemente em uma pesquisa da Associação de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação, a Setic alcançou a segunda posição no ranking nacional de maturidade em segurança da informação e privacidade de dados pessoais, entre os 24 estados participantes. O reconhecimento reforça o papel do órgão como referência em cibersegurança em Rondônia”, destacou.

Fonte: Valéria Rodrigues

Fotos: Idan Souza

Secom – Governo de Rondônia

Clique aqui para acessar a Fonte da Notícia

VEJA MAIS

NOTA DE PESAR – Dalton Di Franco

Foi com profundo sentimento de tristeza que a juíza aposentada Euma Tourinho, integrante da família…

Eurocopa: veja as escalações de Espanha e Inglaterra na final

As seleções de Espanha e Inglaterra já estão escaladas para a final da Eurocopa. O…

Diretor comenta boatos de participação de rei Charles em “Deadpool & Wolverine“

O diretor Shawn Levy, 55, e o ator Ryan Reynolds, 47, comentaram os boatos de…