• Home
  • Destaque
  • Prato fácil: um sonho que se tornou realidade ao servir 3 milhões de refeições, diz primeira-dama, Luana Rocha

Prato fácil: um sonho que se tornou realidade ao servir 3 milhões de refeições, diz primeira-dama, Luana Rocha

“Estamos emocionados com as 3 milhões de refeições nutritivas disponibilizadas às famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica em Rondônia, pelo programa Prato Fácil”. A empolgante declaração é da titular da Secretaria da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) e primeira-dama do estado, Luana Rocha, ao comemorar a marca alcançada pelo programa registrada nesta quinta-feira (20), evidenciando a importante referência que garante dignidade e o direito à alimentação aos que mais necessitam e são assistidos pelo governo de Rondônia.

Vale destacar que, o programa Prato Fácil disponibiliza refeições às famílias em situação de vulnerabilidade, ao custo de R$ 2, em restaurantes credenciados, desde 17 de maio de 2021. O atendimento acontece de segunda a sábado, das 11h às 15h.

Prato fácil: um sonho que se tornou realidade ao servir 3 milhões de refeições, diz primeira-dama, Luana Rocha - News Rondônia

Emocionada com a marca alcançada, a primeira-dama, Luana Rocha destaca que, “com o credenciamento dos restaurantes, conseguimos garantir alimentação nutritiva para crianças e adultos, com um cardápio variado, preparado por nutricionistas, atendendo com dignidade e respeito às necessidades nutricionais do público-alvo do programa.”

DIGNIDADE
O governador de Rondônia, Marcos Rocha, reforça que o Prato Fácil é um dos mais importantes programas socioassistenciais que atende diretamente pessoas com vulnerabilidade socioeconômica. “O Prato Fácil atende a uma das maiores necessidades do ser humano, que é alimentar-se bem. Outro fator importante é que a refeição é adquirida a um preço acessível”, argumentou reforçando que o Governo de Rondônia está se dedicando a realizar assistência social de verdade.

Dos 3.005.383 de refeições servidas, que representam 240 toneladas de alimentos, 2.136.321 foram consumidas em Porto Velho, onde o programa foi iniciado em 2021 e expandido no ano seguinte para Ariquemes, que já ofertou 196.341 refeições; Cacoal (176.360), Ji-Paraná (180.182), Guajará-Mirim (201.383) e Vilhena (114.796).
E novidades estão por vir. A primeira-dama, Luana Rocha destaca que, para este ano, estão abertos processos de renovação de contratos e credenciamento de mais estabelecimentos, bem como expansão para os municípios de Jaru e Rolim de Moura.

Clique aqui para acessar a Fonte da Notícia

VEJA MAIS

Homem é atacado a tiro por motociclista em frente ao Cemitério dos Inocentes

Um homem de 35 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio a tiro na…

Polícia confirma que fugitivo está ferido e tentou pedir socorro em sítio

O Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar de Rondônia e policiais do serviço…