• Home
  • Destaque
  • Operação Nexus cumpre vários mandados de prisão em Rondônia

Operação Nexus cumpre vários mandados de prisão em Rondônia

A Polícia Civil de Rondônia, em ação conjunta com a PM e a Polícia Penal, deflagrou a Operação Nexus, que investiga crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A operação, coordenada pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Pimenta Bueno, contou com o apoio de agentes das delegacias da circunscrição da Regional de Cacoal, guarnições de serviço e do Serviço de Inteligência (SI) da PM de Espigão do Oeste, e de policiais penais da 2ª Regional de Jaru e do GAPE, de Rolim de Moura e Cacoal.

Foram cumpridas 37 medidas cautelares, incluindo 29 mandados de prisão preventiva e 8 de busca e apreensão, executados nas cidades de Pimenta Bueno, Espigão do Oeste, contra alvos já presos. No total, 40 pessoas foram indiciadas e tiveram prisões preventivas decretadas pelo Judiciário, com parecer favorável do Ministério Público. Durante a investigação, 10 desses alvos foram previamente presos, e um permanece foragido.

A investigação é fruto do trabalho integrado das forças de segurança em Pimenta Bueno e se desdobrou de inquéritos policiais da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Pimenta Bueno. Esses inquéritos resultaram em prisões por tráfico de drogas e associação para o tráfico em 2023. Recentemente, em 5 de junho, 7 deles foram condenados pela 1ª Vara Criminal de Pimenta Bueno a um total de aproximadamente 70 anos de prisão.

Fonte: Assessoria da Polícia Civil

Foto: Imagem ilustrativa

Clique aqui para acessar a Fonte da Notícia

VEJA MAIS

Só 6,9% das áreas urbanas do país são cobertas por vegetação

Apenas 6,9% das áreas urbanas das cidades brasileiras são cobertas por vegetação. Isso equivale a…

Ex-servidor público é encontrado morto com tiro na cabeça em motel na capital

Ricardo M. F., de 40 anos, foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (19), em…

AGU defende suspensão da privatização da Sabesp

A Advocacia-Geral da União (AGU) defendeu nesta sexta-feira (19) no Supremo Tribunal Federal (STF) a…