Dia do Orgulho: confira 20 filmes e séries com protagonismo LGBT+

O Dia Internacional do Orgulho LGBT+ é celebrado nesta sexta-feira (28). A data é importante para dar maior foco à comunidade em sua luta contra a homofobia e pela reivindicação de direitos. Uma boa pedida para entrar no tema e aproveitar o final de semana ao mesmo tempo pode ser dar play em algum filme ou série que trate de diversidade de gênero ou orientação sexual.

Cada vez mais, a indústria do entretenimento tem investido em produções audiovisuais com tramas que dão protagonismo a esse grupo ainda marginalizado socialmente. Tais conteúdos, podem ser ótimas oportunidades de se aprofundar na conscientização sobre as questões específicas da comunidade.

Romances clichês, drama profundos e comédias leves são destaques na lista de filmes e séries feita pela CNN sobre o assunto. Confira!

Confira 20 filmes e séries com protagonismo LGBT+

Filmes

  • “O Segredo de Brokeback Mountain” (2005)

Dois jovens se conhecem no verão de 1963 após serem contratados para o mesmo trabalho em Brokeback Mountain. Jack deseja ser cowboy, enquanto Ennie pretende se casar com Alma em breve. Vivendo isolados por semanas, eles se tornam cada vez mais amigos e iniciam um relacionamento amoroso. A dose perfeita de romance e drama!

Elenco: Heath Ledger, Jake Gyllenhaal, Michelle Williams e Anne Hathaway.

Onde assistir? O filme está disponível na Netflix e Disney+.

  • “Azul é a Cor Mais Quente” (2013)

Uma produção profunda e dramática sobre a descoberta da juventude e, sobretudo, da sexualidade. Conta a história de uma garota de 15 anos que descobre a paixão por meio de outra garota. Ela se entrega ao amor, enquanto trava uma verdadeira guerra contra os preceitos morais vigentes na sociedade – e em sua família.

Elenco: Léa Seydoux, Adèle Exarchopoulos, Jérémie Laheurte e Sandor Funtek.

Onde assistir? O filme está disponível para aluguel na Apple TV+.

  • “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” (2014)

Este longa-metragem brasileiro traz Leonardo, um adolescente cego, tentando lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

Elenco: Ghilherme Lobo, Fábio Audi, Tess Amorim e Isabela Guasco.

Onde assistir? O filme está disponível na Netflix.

  • “A Garota Dinamarquesa” (2015)

Esta é uma cinebiografia de Lili Elbe, nascida Einar Mogens Wegener. Ela foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de gênero. O filme mostra sua descoberta como mulher.

Elenco: Eddie Redmayne, Alicia Vikander, Amber Heard e Emerald Fennell.

Onde assistir? O filme está disponível para aluguel na Apple TV+ e Prime Video.

Vencedor do Oscar de Melhor Filme em 2017, “Moonlight” apresenta três etapas na vida de Chiron, o personagem principal, explorando as dificuldades que ele enfrenta no processo de reconhecimento de sua própria identidade e sexualidade, além do abuso físico e emocional que enfrenta ao longo dessas transformações.

Elenco: Mahershala Ali, Trevante Rhodes, Ashton Sanders e André Holland.

Onde assistir? O filme está disponível na Prime Video.

  • “Me Chame Pelo Seu Nome” (2017)

A produção concorreu ao Oscar de Melhor Filme em 2018 e acabou vencendo na categoria Melhor Roteiro Adaptado. Sensível, artístico e polêmico entre os telespectadores, “Me Chame Pelo Seu Nome” mostra o jovem Elio enfrentando outro verão chato na casa de seus pais na Itália. No entanto, tudo muda quando Oliver, um acadêmico que veio ajudar a pesquisa de seu pai, chega.

Elenco: Timothée Chalamet, Armie Hammer, Michael Stuhlbarg e Esther Garrel.

Onde assistir? O filme está disponível na Prime Video.

  • “Com Amor, Simon” (2017)

Filme adolescente centrado totalmente em um romance gay, “Com Amor, Simon” mostra um garoto com um grande segredo: nunca revelou ser gay para sua família e amigos. E tudo fica mais complicado quando ele se apaixona por um dos colegas de escola.

Elenco: Nick Robinson, Keiynan Lonsdale, Katherine Langford e Josh Duhamel.

Onde assistir? O filme está disponível na Netflix e Disney+.

  • “Alice Júnior” (2020)

Focado no protagonismo trans, “Alice Júnior” gira em torno de uma adolescente que grava vídeos para o Youtube. Um dia, seu pai, Jean, é transferido pela sua empresa no Recife para Araucárias do Sul, e eles precisam mudar de casa. Na nova escola, Alice enfrenta preconceitos ao se deparar com uma sociedade mais retrógrada do que estava acostumada.

Elenco: Anne Celestino, Gretchen, Emmanuel Rosset e Matheus Moura.

Onde assistir? O filme não está disponível em plataformas de streaming no momento.

  • “Você Nem Imagina” (2020)

Aquele clichê não tão clichê quanto parece que com certeza vai deixar seu coração quentinho! “Você Nem Imagina” é uma produção original Netflix que mostra Ellie Chu, uma aluna deslocada que, secretamente, possui uma paixão pela bela Aster Flores. Quando Paul, um jogador de futebol, se aproxima de Ellie para pedir ajuda para escrever uma carta de amor para sua amada, ela entra em conflito sobre o que quer para seu futuro amoroso.

Elenco: Leah Lewis, Alexxis Lemire, Daniel Diemer e Wolfgang Novogratz.

Onde assistir? O filme está disponível na Netflix.

  • “Vermelho, Branco e Sangue Azul” (2023)

Em um mundo ficcional, Alex, o filho da presidente dos Estados Unidos, se envolve em uma confusão com o príncipe britânico Henry, o que gera uma crise internacional de imagem. Os dois jovens são grandes rivais, mas fingem que são amigos pelo bem de seus países. No entanto, a fria relação começa a derreter e dá lugar a um sentimento intenso e novo para os dois.

Elenco: Nicholas Galitzine, Taylor Perez, Sarah Shahi e Uma Thurman.

Onde assistir? O filme está disponível na Prime Video.

Séries

  • “RuPaul´s Drag Race” (2009)

Clássico da comunidade LGBT+, a produção é um reality show produzido, apresentado e protagonizado por drag queens e trata sobre a arte de se montar.

Onde assistir? A série está disponível na Netflix.

Ama musicais? “Glee”, grande fênomeno mundial, pode ser uma ótima escolha! Ambientada no ensino médio, a série gira em torno de um grupo de estudantes parte do coral da escola. Entusiasmados e ambiciosos na sua luta para viver seu cotidiano nos cruéis corredores do colégio, enfrentam dilemas quanto à sexualidade e suas visões de futuro.

Elenco: Lea Michele, Cory Monteith, Naya Rivera e Chris Colfer.

Onde Assistir? A série está disponível no Disney+.

  • “Modern Family” (2009)

Se você quer algo voltado para comédia, “Modern Family” é a opção perfeita. Focando o humor familiar, a obra acompanha três famílias, sendo uma delas formada pelo casal homoafetivo Mitchell e Cameron, que adotam uma criança vietnamita chamada Lily. A produção recebeu o Emmy de Melhor Série de Comédia em 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014.

Elenco: Julie Bowen, Ty Burrell, Sarah Hyland e Sofía Vergara.

Onde assistir? A série está disponível no Star+.

  • “Orange Is the New Black” (2013)

Composta por mulheres presidiárias e seus uniformes laranja, “Orange Is the New Black” fala sobre as tensões e amizades entre detentas e, por vezes, até um relacionamento amoroso ou sexual entre elas.

Elenco: Taylor Schilling, Laura Prepon, Uzo Aduba e Danielle Brooks.

Onde assistir? A série está disponível na Netflix.

  • “Please Like Me” (2013)

Problemas reais tratados com sarcasmo? Temos! Josh acaba de terminar seu namoro com a jovem Claire e chega à conclusão de que ele é, na verdade, gay. Além de fazer de tudo para que sua família aceite sua orientação sexual, ele embarca em um novo e complicado relacionamento com Geoffrey. Perfeita para quem ama drama, romance e comédia, tudo junto e misturado!

Elenco: Josh Thomas, Thomas Ward, Debra Lawrance e Keegan Joyce.

Onde assistir? A série não está disponível em plataformas de streaming até o momento.

Produção original Netflix, “Sense8” pode ter durado só duas temporadas, mas foi o suficiente para atingir uma legião de fãs pelo mundo. A série explora diferentes relações LGBT+ entre os personagens — com todas as dores que isso carrega.

Elenco: Jamie Clayton, Max Riemelt, Brian J. Smith e Miguel Ángel Silvestre.

Onde assistir? A série está disponível na Netflix.

“Pose” explora as vulnerabilidades da comunidade, principalmente sobre pessoas trans. Ambientada em 1987, acompanhamos Blanca — interpretada por MJ Rodrigues, primeira atriz trans a vencer o Globo de Ouro de Melhor Atriz–, uma participante de bailes LGBT+ que acolhe pessoas marginalizadas pela sociedade, como o talentoso dançarino sem-teto Damon e a profissional do sexo Angel.

Elenco: MJ Rodriguez, Indya Moore, Billy Porter e Dominique Jackson.

Onde assistir? A série está disponível no Disney+.

“Euphoria” explora diversos tipos de relacionamento, sendo o principal deles composto por Rue (Zendaya), uma jovem cis e preta, e Jules, uma garota trans e branca. A série explora dramas como drogas, sexo, busca pela identidade, traumas.

Elenco: Zendaya, Sydney Sweeney, Hunter Schafer e Jacob Elordi.

Onde assistir? A série está disponível na Max.

  • “Heartstopper” (2022)

“Heartstopper” nos apresenta Charlie, um aluno muito dedicado, mas que sofre bullying na escola desde que se assumiu gay. Já Nick, seu amigo, é superpopular e um excelente jogador de rugby. A perfeita amizade deles se desenvolve até se tornar um relacionamento amoroso. Asérie é ótima para quem ama romances adolescentes.

Elenco: Kit Connor, Joe Locke, Yasmin Finney e Jonathan Bailey.

Onde assistir? A série está disponível na Netflix.

  • “Young Royals” (2021)

O príncipe Wilhelm está se acostumando à vida no colégio novo, mas seguir o coração é mais difícil do que parece. Nesse meio tempo, ele finalmente tem a oportunidade de explorar seu verdadeiro eu e descobrir que tipo de vida ele realmente deseja.

Elenco: Edvin Ryding, Omar Rudberg, Malte Gårdinger e Felicia Truedsson.

Onde assistir? A série está disponível na Netflix.

Clique aqui para acessar a Fonte da Notícia

VEJA MAIS

G20: tecnologia pode ser ferramenta para redução de desigualdades

Os ministros do G20 da Reunião de Desenvolvimento reconhecem a tecnologia como importante ferramenta para…

o que são e como funcionam as convenções partidárias – A Gazeta de Rondônia

Desde o dia 20 de julho, os partidos e federações estão autorizados a realizar as…