• Home
  • Destaque
  • Deputada Federal Cristiane Lopes Investe 3,3 Milhões no Projeto PCD + Mães Atípicas em Parceria com IFRO

Deputada Federal Cristiane Lopes Investe 3,3 Milhões no Projeto PCD + Mães Atípicas em Parceria com IFRO

A Deputada Federal Cristiane Lopes que a cada dia firma ainda mais seu compromisso com a educação e o cuidado das famílias atípicas, anunciou a destinação de 3,3 milhões de reais para a execução do Projeto PCD + Mães Atípicas. Este projeto é uma parceria com o Instituto Federal de Rondônia (IFRO), localizado na Zona Norte de Porto Velho.

Deputada Federal Cristiane Lopes Investe 3,3 Milhões no Projeto PCD + Mães Atípicas em Parceria com IFRO
Divulgação

Segundo a deputada o objetivo do projeto é proporcionar formação profissionalizante, práticas de cuidado e serviços de saúde para pessoas com deficiência e suas mães, priorizando aquelas atendidas por Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) de Rondônia.

“Os recursos serão aplicados em pesquisas inovadoras, formação profissional e cultural, além de serviços de saúde voltados para atender as necessidades específicas de pessoas com deficiência e mães atípicas”, informou.

Sérgio Francisco Loss Franzin, responsável pelo projeto, destacou que esta iniciativa responde a uma emergência social, dado que pessoas com deficiência ainda enfrentam desafios significativos de integração e acesso a tratamentos adequados.

“Apesar das políticas públicas em prol da equidade e criação de oportunidades, às pessoas com deficiência ainda não estão plenamente integradas e sofrem com a falta de tratamento adequado. Com práticas de formação e atendimento em saúde, podemos transformar essas pessoas em cidadãos mais autônomos e produtivos”, afirmou Franzin.

A parlamentar, pontou também que as mães atípicas, que frequentemente enfrentam sobrecarga de cuidados e muitas vezes também têm deficiências, são um público especialmente vulnerável. Elas frequentemente não têm acesso a estudos, trabalho, tratamentos pessoais ou lazer, devido às complexidades e responsabilidades que enfrentam.

“Essas mães sofrem com abandono, baixa renda, vulnerabilidade social e outras formas de exclusão. Este projeto visa oferecer a elas a orientação psicossocial e o apoio necessário para fortalecer e valorizar seu papel na sociedade”.

Jefferson Cardoso, diretor geral do IFRO, Campus Zona Norte de Porto Velho, expressou seu agradecimento à parceria da deputada Cristiane Lopes e destacou que o projeto será um marco dentro da instituição.

Em Brasília, Cristiane Lopes também é presidente da Frente Parlamentar das Mães Atípicas e votou a favor do PL 421/2024, que prioriza o atendimento psicossocial e a tramitação de processos administrativos para mães dedicadas ao cuidado integral de filhos com autismo ou deficiência. Além disso, é autora do PL 561/2024, que institui a Semana Nacional da Maternidade Atípica.

“Este investimento reflete meu compromisso em promover o bem-estar e a inclusão em nossa sociedade. Juntos, vamos construir um futuro mais inclusivo e acolhedor para todos. Sabemos dos desafios enfrentados pelas mães e cuidadoras responsáveis por filhos que necessitam de cuidados específicos.”, finalizou a deputada.

Clique aqui para acessar a Fonte da Notícia

VEJA MAIS

Idoso é atropelado por caminhonete na Avenida Rio Madeira

O atropelamento que deixou um idoso ferido ocorreu na manhã desta terça-feira (23), no cruzamento…

Energisa alerta sobre a importância de manter cadastro atualizado

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um programa do Governo Federal que concede desconto…

Ozzy Osbourne é garoto-propaganda de nova camisa de time inglês; vídeo

Nesta terça-feira (23) o Aston Villa, da Inglaterra, divulgou em suas plataformas oficiais os novos…