• Home
  • Destaque
  • Alunos e professores selecionados para intercâmbio em Londres estão prontos para embarcar

Alunos e professores selecionados para intercâmbio em Londres estão prontos para embarcar

Como iniciativa inovadora, o governo de Rondônia está nos preparativos finais para colocar em prática o programa Intercâmbio Rondônia. Este programa selecionou 20 estudantes e 11 professores para participarem de um intercâmbio de duas semanas na Inglaterra, entre julho e agosto de 2024. Os selecionados integram as escolas participantes do Projeto Aprendizagem e Diversidade do Ensino da Língua nas Escolas Públicas. A lista dos selecionados está disponível na aba publicações do site da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), com uma lista voltada para professores e outra para estudantes.

Os docentes escolhidos permanecerão em Londres durante duas semanas para um curso de aperfeiçoamento em Língua Inglesa. Além do curso, terão a oportunidade de ampliar sua bagagem cultural, por meio de interações com indivíduos de várias nacionalidades e visitas a instituições emblemáticas do país, como museus, universidades e teatros. Enquanto isso, os estudantes desfrutarão da renomada Universidade de Oxford, situada na cidade de Oxford, onde participarão, sob a orientação de tutores dedicados, de uma série de atividades acadêmicas e culturais que fomentam, tanto a interação com intercambistas de diferentes origens quanto o envolvimento em tarefas recreativas e culturais enriquecedoras.

A estudante Vitória Amelyanna, da escola Genival Nunes da Costa, do município de Vilhena, é uma das selecionadas pelo projeto. Sua expectativa para a viagem é grande e disse que está preparada para colocar em prática tudo que planejou. “Que sentimento gostoso em saber que vamos sair do país, conhecer novas culturas, novas pessoas e idiomas. Acredito que todos podem conseguir também, mas é preciso estudar muito e se esforçar”, enfatizou.

DESENVOLVIMENTO LINGUÍSTICO

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o Intercâmbio Rondônia transcende o desenvolvimento sociolinguístico, proporcionando aos professores e alunos, oportunidade de aprimorarem suas habilidades e também de se conectarem com indivíduos de todo o mundo, além de explorar novas culturas e descobrir programas que permitam estudos no exterior, como bolsistas. “Os investimentos e ações voltados à Educação têm apresentado resultados. O conhecimento adquirido durante o intercâmbio irá contribuir ao desenvolvimento e aprimoramento das comunidades locais”, ressaltou.

SELEÇÃO

Segundo o coordenador do programa, Djair Fogaça, o intercâmbio tem como missão, facilitar experiências internacionais para estudantes e professores da Rede Estadual de Ensino. “A seleção dos estudantes levou em conta a excelência acadêmica e o engajamento em iniciativas escolares para aprimorar habilidades em inglês, conduta exemplar entre os colegas e a colaboração eficaz com a equipe escolar”, explicou.

No que diz respeito aos educadores, segundo Djair, foram preconizados na seleção aqueles que enriquecem metodologicamente suas aulas com temas transversais e apresentam ações  relacionadas aos projetos e programas desenvolvidos pela Seduc. “A participação ativa em capacitações oferecidas pela Seduc foi um critério essencial para a seleção e preparação”, evidenciou.

Clique aqui para acessar a Fonte da Notícia

VEJA MAIS

Lembrança a Senna e pazes entre Bebeto e Romário: a festa dos 30 anos do Tetra

A festa dos 30 anos do tetracampeonato mundial da Seleção Brasileira foi além da comemoração…

“Estreante“ do breaking, Paris tem centro cultural dedicado ao hip hop

À primeira vista, pode não parecer, mas Paris é o lugar ideal para receber a…

Samuel Costa não vamos sacrificar nossa nominata de vereadores da REDE/PSOL

O pré-candidato a prefeito de Porto Velho, Samuel Costa (REDE), lançou um alerta à esquerda…